• Redação

Com novas doses recebidas, São Gonçalo inicia vacinação para idosos com mais de 90 anos

Só nesta quarta-feira (3), 3.703 pessoas foram vacinadas contra o novo coronavírus


A prefeitura de São Gonçalo iniciou a vacinação de um novo grupo prioritário contra o coronavírus – idosos com mais de 90 anos – nesta quarta-feira (3). Eles foram incluídos na vacinação por serem mais vulneráveis. Na manhã desta quarta, eles receberam prioridade no atendimento e alguns foram imunizados dentro de veículos. A cidade também continua com a vacinação de profissionais de saúde que não estão na linha de frente de combate ao Covid-19 em cinco unidades de saúde. Todas as vacinas recebidas pela cidade para o novo público-alvo – um total de 13.280 entre CoronaVac e AstraZeneca – já foram distribuídas para os locais de vacinação. Na última terça-feira (2), 3.512 profissionais de saúde foram vacinados nas duas clínicas e três polos disponíveis para a vacinação na cidade. Já nesta quarta-feira (3), 3.703 foram aplicadas, sendo 3.562 em profissionais da saúde e outras 141 em idosos com mais de 90 anos. Ao todo, São Gonçalo já vacinou 17.668 trabalhadores da saúde, 141 idosos com mais de 90 anos, 1.370 funcionários e pessoas em Instituições de Longa Permanência (Ilpis) e 67 pessoas de residências terapêuticas. As outras 13.795 doses de CoronaVac que chegaram para a vacinação de trabalhadores de saúde da linha de frente, funcionários e idosos de Instituições de Longa Permanência (Ilpis) e pessoas de residências terapêuticas serão entregues nos respectivos locais, na próxima semana, para a aplicação da segunda dose. “Estava muito ansiosa por esta vacina. Nem doeu e estou muito feliz”, disse Maria Clara de Jesus Santos, de 97 anos, moradora do Galo Branco e que foi vacinada no Polo Sanitário Washington Luiz, no Zé Garoto. Para a assistente social Aline Almeida, de 38 anos, a vacinação desse novo grupo é muito importante para a manutenção do trabalho de todos com mais proteção. “Vacinação é muito importante nesse momento da pandemia para nós profissionais. Precisamos continuar trabalhando com a população e a vacina é a garantia de um futuro para todos nós. A gente se sente mais protegida”, disse. Para incluir os idosos com mais de 90 anos na vacinação, foram retirados da lista de beneficiados neste momento as parteiras/doulas, funcionários de funerárias, acadêmicos e estagiários que trabalham em unidades de saúde. Eles serão contemplados posteriormente. Com a mudança, a lista de pessoas que podem procurar as unidades de saúde são: idosos com mais de 90 anos, médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais da Educação Física, médicos veterinários, técnicos e auxiliares de enfermagem, auxiliares e técnicos de saúde bucal.


Use #GazetaConectada

PUBLICIDADE

Stories Restaurante de Sushi - Propaganda.png