• Redação

Com baixo estoque, Hemonúcleo de São Gonçalo convoca doadores de sangue

Meta é dobrar o atendimento diário. Doe sangue, salve uma vida!

Foto: Lucas Alvarenga/Ascm PMSG

O Hemonúcleo de São Gonçalo segue com a sua luta diária para aumentar o número de doadores no município. Com uma média de 10 doações por dia, o local precisa subir esse desempenho para 20 doações. Segundo a direção da unidade, está sendo realizado um gerenciamento das bolsas e todas as unidades do município estão assistidas. Contudo, um aumento nas doações daria um fôlego. Um belo exemplo foi dado por uma dupla de gonçalenses que realizou a doação de sangue pela primeira vez nesta segunda-feira (12). "Foi a minha primeira doação e, se outras pessoas puderem fazer, que façam. Com esse ato, podemos ajudar a salvar uma vida", disse Paulo César Freire de Oliveira, de 34 anos, morador do bairro Jardim Coelho. "Acredito que este ato de doar deveria contribuir efetivamente para a conscientização das instituições e, principalmente, das pessoas. Como já precisei de doadores para pessoas próximas, sei que doar vai muito além de transferir algo a alguém. Doar é um ato de desprendimento, renúncia, entrega e amor ao próximo", ressaltou Cristiane dos Santos, de 37 anos, moradora do Coelho.

Covid


Com relação ao novo coronavírus, pessoas que já tiveram a doença podem doar, uma vez que não há confirmação de contaminação por transfusão de sangue. Contudo, no protocolo adotado, a pessoa precisa esperar 30 dias para doar, respeitando a janela necessária para evitar o contágio tradicional no ambiente da unidade.

Endereço


O Hemonúcleo de São Gonçalo funciona na Praça Estephânia de Carvalho, s/n, ao lado do Polo Sanitário Washington Luiz, no bairro Zé Garoto. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h.


Use #GazetaConectada


📌 Acompanhe a Gazeta Conectada nas redes sociais!


👉 Siga a Gazeta Conectada no Facebook

👉 Siga a Gazeta Conectada no Instagram

PUBLICIDADE

Stories Restaurante de Sushi - Propaganda.png