• Gazeta Conectada

Carnaval: confirmação dos desfiles de 2021 fica para setembro

Escolas de Samba e Liga Independente se reuniram para decidir rumos dos desfiles


Atualizado: 23:50


Desfiles de 2021 podem depender de uma vacina para acontecer. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Presidentes e representantes das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro e a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) realizaram uma reunião na noite desta terça-feira (14), no Centro do Rio de Janeiro, e decidiram adiar a decisão sobre os caminhos dos desfiles de 2021. Esse foi o primeiro encontro entre as agremiações depois do carnaval deste ano.


O ponto principal do encontro foi a discussão de ideias do que pode ser feito após a pandemia do coronavírus (Covid-19). O consenso entre as escolas e a liga foi que há necessidade de esperar até setembro para que haja a consolidação de uma vacina ou propostas de políticas públicas que assegurem a realização da festa.


O presidente da Liesa, Jorge Castanheira, destacou que caso não aconteçam ações concretas após setembro, poderá ser mais complicada a realização dos desfiles.


“Não sei se seria viável adiar, porque mexe com todo o calendário. Adiar para junho poderia prejudicar o desfile de 2022. A gente acha que isso é o menos provável. Mas temos que pensar no plano A que é ser em fevereiro, o plano B e o plano C. Tem que ver se a partir de setembro se as escolas teriam tempo. Após esse prazo fica comprometido para as escolas realizarem os desfiles. Não sabemos o que vai acontecer com os outros eventos, como o Réveillon. Vamos aguardar os órgãos de governo que possuem a chancela”, frisou Castanheira.

PUBLICIDADE

Stories Restaurante de Sushi - Propaganda.png