• Fernando Curty

Caminhoneiro que causou grave acidente no Fonseca vai responder por dois crimes

Uma pessoa morreu e outras 16 ficaram feridas após caminhão perder freio e atingir veículos.


O motorista do caminhão guincho que perdeu o freio e causou um grave acidente com uma morte e 16 feridos no Fonseca, em Niterói, na noite desta terça-feira (6), irá responder por dois crimes. De acordo com a Delegacia do Fonseca (78ª DP), que está investigando o caso, o caminhoneiro vai responder por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, e lesão corporal culposa.

Foto: Redes Sociais

A principal linha de investigação, segundo a distrital, seria de que o freio do caminhão teria falhado e, por isso, o motorista não teria conseguido evitar a colisão. Após o acidente, o veículo foi apreendido pela Polícia Civil para realização de uma perícia, assim como o tacógrafo do ônibus atingido.


Até o momento, a distrital informou que ouviu parte das pessoas envolvidas no acidente, como vítimas e motoristas, e que pretende escutar, até a próxima sexta-feira (9), o restante das pessoas. Além disso, o caminhoneiro também passou por um exame de alcoolemia, que deu negativo.


Em relato à TV Globo, o motorista Daniel Moraes, que registrou o momento exato do acidente, comentou que achou estranho o movimento de "zigue-zague" feito pelo caminhão e que o motorista não parava de buzinir.


"Ele me cortou, já arrancando o meu retrovisor. Comecei a filmar na hora, para filmar a placa dele. Comecei a achar estranho que o cara estava em zigue-zague e não parando de buzinar. Aí, quando ele passou da passarela, começou a subir areia e jogar os carros. Parecia cena de filme", relatou o motorista Daniel Moraes em entrevista.


Acidente


A única vítima fatal do acidente, de acordo com o Corpo de Bombeiros, foi uma idosa, de 70 anos, identificada como Sandra Gomes Gouveia Corrêa, que morreu a caminho do hospital. O corpo dela foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) do Barreto.


Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, outras 16 pessoas ficaram feridas e foram divididas para atendimento entre duas unidades hospitalares, o Hospital Estadual Azevedo Lima, no Fonseca, e o Hospital Estadual Alberto Torres, que fica no Colubandê, em São Gonçalo.


De acordo com as direções das unidades de saúde, 15 das 16 pessoas hospitalizadas já tiveram alta. Uma delas, porém, um idoso de 75 anos, segue internada em estado grave.


Por conta do acidente, a Alameda São Boaventura chegou a ficar interditada durante a noite e parte da madrugada. Os veículos acidentados foram retirados no fim da noite desta terça-feira. Já o caminhão, só pode ser removido por volta das 2h desta quarta-feira.


Use #GazetaConectada 📌 Acompanhe a Gazeta Conectada nas redes sociais! 👉 Siga a Gazeta Conectada no Facebook 👉 Siga a Gazeta Conectada no Instagram

PUBLICIDADE

Stories Restaurante de Sushi - Propaganda.png