• Amanda de Oliveira

Buscas por militar desaparecido em Niterói completam uma semana

Mãe de Máyron Guimarães afirma que a rotina de buscas tem sido angustiante.


As buscas pelo militar da Marinha Máyron Guimarães, de 26 anos, que desapareceu no mar da Praia de Itacoatiara, completaram uma semana nesta quarta-feira (20). Apesar do equipamento de pesca ter sido encontrado pelos bombeiros no quinto dia de procura, ainda não há mais nenhum sinal da vítima.

Família de Máyron tem acompanhado as buscas de perto. Foto: Redes Sociais

De acordo com o corpo de Bombeiros, as equipes de guarda vidas procuraram com o auxílio de jet skis até cerca das 17h30, com previsão de retorno para as 8h de amanhã. A mãe de Máyron, Miriam Guimarães, disse à Gazeta Conectada que a rotina de buscas tem sido angustiante.


"Nós ficamos aqui todos os dias, acompanhando as buscas, que têm sido aqui a Praia de Itacoatiara, na Pedra (do Pampo). Mas, a partir de amanhã, eles vão ficar lá em Itaipu e nós vamos para lá também. Eles dizem que não vão desistir de procurar, mas a gente já vê que a procura já não é mais tão intensa quanto era. E isso da um certo desespero na gente."

Por outro lado, os votos de esperança compartilhados nas redes sociais não passaram despercebidos por Miriam, que diz tirar forças dessas mensagens. "São essas mensagens de carinho e cuidado que nos mantém de pé", afirma.


Entenda o caso


O militar Máyron Guimarães estava pescando com alguns amigos na Pedra do Pampo, na Praia de Itacoatiara, momentos antes de desaparecer. Segundo o relato das testemunhas, ele teria escorregado e caído no mar, onde sumiu da vista dos colegas alguns minutos depois.


Use #GazetaConectada


📌 Acompanhe a Gazeta Conectada nas redes sociais!


👉 Siga a Gazeta Conectada no Facebook

👉 Siga a Gazeta Conectada no Instagram

PUBLICIDADE

Stories Restaurante de Sushi - Propaganda.png