• Amanda de Oliveira

Aulas presenciais na rede particular de Niterói podem retornar em fevereiro

A decisão se tornará oficial por meio de um decreto que será publicado nesta terça


A Prefeitura de Niterói anunciou, nesta segunda-feira (25), que as atividades presenciais na rede particular de ensino da cidade poderão ser retomadas a partir do dia 1º de fevereiro. Por enquanto, para continuar com as medidas preventivas ao coronavírus, as aulas serão em formato híbrido, ou seja, com turmas de número reduzido e apoio do ensino online.


Já em relação às escolas da rede municipal, o prefeito Axel Grael anunciou, ao vivo em suas redes sociais, que ainda será divulgado um cronograma mais detalhado. No momento, para esses colégios, o ano letivo de 2020 será finalizado em fevereiro.

O ensino híbrido será o modelo adotado pelas escolas de Niterói. Foto: Reprodução

Segundo o Secretário de Saúde de Niterói, Rodrigo Oliveira, o índice de transmissão da Covid-19 entre crianças até 10 anos é baixo e a reabertura gradual do ensino médio, em funcionamento desde o fim do ano passado, não gerou um aumento significativo nos casos da doença.


"Em Niterói, estamos com o Ensino Médio aberto desde o fim do ano passado, funcionando dentro de protocolos definidos pelas autoridades sanitárias, e essa abertura não contribuiu para um aumento do número de casos. O município definiu indicadores específicos para monitorar a pandemia do coronavírus na comunidade escolar e não foi observada nenhuma situação que fizesse com que a gente precisasse fechar escolas. Mas é importante ressaltar que seguiremos firmes na fiscalização dos protocolos definidos para o funcionamento das escolas”, afirma.

Vacinação em Niterói


O primeiro lote de vacinas da fabricante britânica AstraZeneca, conhecida como "vacina de Oxford", chegaram em Niterói nesta segunda-feira (25). De acordo com a prefeitura, a previsão é de que na quarta-feira (27) iniciem as aplicações do imunizante. A prefeitura ainda frisou que o lote recebido será utilizado como primeira dose, para que as duas doses aplicadas sejam necessariamente do mesmo imunizante. Em resumo, quem recebeu a imunização inicial com a Coronavac, deve tomar a segunda dose da mesma vacina.


As vacinas da AstraZeneca também serão aplicadas em profissionais da saúde, idosos em institutos de longa permanência e maiores de 18 com necessidades especiais ou institucionalizados. Até o momento, de acordo com dados municipais, cerca de 5 mil pessoas já foram vacinadas em Niterói.


Use #GazetaConectada

PUBLICIDADE

Stories Restaurante de Sushi - Propaganda.png