• Redação

Após protesto, prefeitura de Maricá se reúne com motoristas de vans

Expectativa era de debater medidas de diminuição dos impactos econômicos às vans que circulam pela cidade.


Após protesto realizado em frente à sede da prefeitura de Maricá, o prefeito Fabiano Horta (PT), o secretário de Transporte do município, Douglas Carvalho, e o secretário de Governo, João Maurício de Freitas, se reuniram, nesta quarta-feira (11), com representantes do transporte alternativo para debater medidas de diminuição dos impactos econômicos às vans que circulam pela cidade.

Foto: Caíque Sosa/PMM

Leia mais: Câmara aprova perda de mandato de Flordelis, acusada de mandar assassinar o marido


No encontro, foram esclarecidos pontos sobre o sistema Mumbuca Transporte, iniciativa já aprovada e em fase de implementação que garante gratuidade a todos os moradores em veículos da categoria M2 (que conduzem de 9 a 20 passageiros, onde não se pode viajar a pé), com o crédito de 60 passagens mensais aos beneficiários através de cartões do sistema.


Também foi proposto pela prefeitura a disponibilização de espaços publicitários nesses coletivos, projeto que ainda terá ajustes para a definição de valores. Essa medida se une à contratação de vans do transporte municipal pelo poder público durante a pandemia da Covid-19, auxiliando na distribuição de cestas básicas destinadas às famílias em vulnerabilidade social. Iniciativas como essas fornecem apoio financeiro à categoria em um momento de dificuldades.


De acordo com o secretário de Transporte, Douglas Carvalho, as medidas são alternativas concretas para mitigar efeitos negativos aos trabalhadores desse modal, garantindo segurança e maior rapidez ao processo.


“Os processos que envolvem a implementação do Mumbuca Transporte já estão em andamento. Solicitamos a instalação de validadores do sistema Riocard nas vans municipais, acompanhada da confecção dos cartões destinados aos maricaenses e o gerenciamento eletrônico de todo esse processo. Assim, teremos maior celeridade na efetivação do Maricá Transporte, só aguardando os trâmites necessários para o início da modalidade no município”, destacou.

O Mumbuca Transporte será operado por motoristas de vans que já detêm concessões municipais. Os moradores poderão realizar o pagamento pelo sistema diretamente nos veículos — em um modelo similar aos RioCards já existentes —, através de cartões divididos em sociais (destinados ao público geral, garantindo o direito ao transporte) e essenciais (assegurando o acesso de idosos, portadores de necessidades especiais, estudantes e pessoas com doenças crônicas que realizam tratamento continuado).


Para a efetivação do benefício, os usuários deverão apresentar, em breve, documentação pessoal, além de comprovantes específicos para cada uso, como declaração escolar para os estudantes e laudo médico para doenças crônicas ou deficiências. O cadastro estará, também, sujeito a avaliação de uma comissão para a posterior concessão do Mumbuca Transporte, com previsão de punições e sanções no caso de possíveis fraudes e irregularidades.


Use #GazetaConectada


📌 Acompanhe a Gazeta Conectada nas redes sociais!


👉 Siga a Gazeta Conectada no Facebook

👉 Siga a Gazeta Conectada no Instagram

PUBLICIDADE

Stories Restaurante de Sushi - Propaganda.png