• Amanda de Oliveira

Alta do combustível: Após manifestação de caminhoneiros em Itaboraí, motoboys protestam em Niterói

Manifestantes pedem por menor preço na compra de combustível


Uma manifestação de motoboys foi vista, no início da tarde desta quarta-feira (3), em Icaraí, na Zona Sul de Niterói. Os participantes protestavam na Avenida Roberto Silveira contra a alta no combustível, que foi anunciada pela Petrobras e entrou em vigor na última terça-feira (2).


Guardas civis e policiais militares ajudaram na orientação do trânsito. Foto: Nittrans.

Os manifestantes argumentavam a favor da diminuição no preço do combustível e alguns cartazes vistos no movimento alegavam que a medida ajudaria não apenas aos motoboys como outros grupos de trabalhadores.


De acordo com informações da Empresa Municipal Niterói Transporte e Trânsito (Nittrans), que esteve no local orientando o fluxo da via, o protesto gerou retenções na região. O fluxo de carros era intenso e lento desde o Túnel Raul Veiga, sentido Centro, até a Rua Lopes Trovão.


Caminhoneiros protestam em Itaboraí


O aumento no preço do combustível também gerou protestos em Itaboraí, na última terça-feira (2). Por lá, diversos caminhoneiros se reuniram para protestar na BR-493, próximo a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Manilha.


Os caminhoneiros protestaram sobre o preço do diesel. Foto: Redes Sociais.

A manifestação, que contou com cerca de 50 caminhoneiros, foi dispersada pouco depois pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).


O aumento


De acordo com o que foi anunciado pela Petrobras, a gasolina sofre um aumento de 4,8% - 12 centavos por litro - e o diesel fica 5% mais caro - 13 centavos por litro. No total, a porcentagem deixa o preço de venda às distribuidoras em R$2,60 e R$2,70, respectivamente.


Use #GazetaConectada

PUBLICIDADE

Stories Restaurante de Sushi - Propaganda.png