• Gazeta Esportiva

Alerj desiste da troca de nome do Maracanã e pedirá veto ao governador

Projeto aprovado em 9 de março provocou enxurrada de críticas


O projeto de lei que prevê a troca de nome do Estádio Jornalista Mário Fillho para Edson Arantes do Nascimento - Rei Pelé pode estar com os dias contados. Nesta terça-feira (6), após uma reunião virtual do Colégio de Líderes, a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) recuou do projeto de lei (PL) que previa a alteração do nome do estádio.


A presidência da Alerj vai recomendar ao governador em exercício do Rio de Janeiro Cláudio Castro que vete a alteração do nome do estádio. "Os parlamentares concluíram que, neste momento, a Alerj vai continuar centrando o trabalho no combate à covid-19, como vem fazendo desde o início da pandemia", disse em nota a assessoria do parlamento fluminense.


Use #GazetaConectada

PUBLICIDADE

Stories Restaurante de Sushi - Propaganda.png