• Redação

Ação de Ordem Pública em São Gonçalo apreende 25 motos irregulares

Operação foi realizada com a Polícia Civil e coibiu irregularidades no trânsito

Foto: Renan Otto

As ações de combate às irregularidades no trânsito de São Gonçalo continuaram na manhã desta nesta quarta-feira (24), com operações realizadas nos bairros, Pita, Rocha, Água Mineral e Engenho Pequeno.


As operações foram realizadas de forma integrada entre as secretarias de Transportes, Ordem Pública, Guarda Municipal, Polícia Militar e Polícia Civil e tiveram início na Rua Dr. Pio Borges, no bairro Pita. O grupo de agentes seguiu para a Praça do Rocha, Água Mineral e finalizou a ação na Rua Waldir dos Santos, no bairro Engenho Pequeno. Ao todo, 25 motos foram removidas por irregularidades. Durante todas as operações, a PM atuou na segurança dos servidores envolvidos.


Reboques foram utilizados para remover veículos de condutores que estavam sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e transitavam cometendo irregularidades de trânsito, como a ausência de capacete ou documentos que comprovassem a situação legal dos veículos.


“O prefeito Capitão Nelson tem essa proposta de mudança para a cidade, de um município mais ordenado. A Secretaria de Ordem Pública busca essa integração com as forças de segurança e, através dessas operações, sinalizamos à sociedade a construção de uma cidade melhor para os munícipes”, disse o secretário de Ordem Pública, Major David Ricardo.


A Polícia Civil atuou buscando a identificação dos abordados durante a operação, para saber se tinham alguma pendência com a Justiça e também verificando a situação dos veículos para saber se o automóvel seria produto de roubo. A adulteração de chassis foi observada por um perito do Instituto de Criminalística Carlos Éboli.

25 motos irregulares foram rebocadas. Foto: Renan Otto

O delegado titular da 73ª DP, Leonardo Macharet, destacou o papel da operação para a segurança no município.

“Conheço o trabalho do secretário de Ordem Pública e entrei em contato com ele para realizarmos essa operação. Além de reprimir a circulação de veículos irregulares, esse tipo de ação também visa combater roubos que possam ser praticados com essas motos. Muitas delas são veículos adquiridos em leilão e nunca foram legalizadas. Além de levar segurança, esse tipo de ação desestimula a circulação desse tipo de veículo pela cidade”, disse o delegado.


O subsecretário de Transportes , Fábio Lemos, destacou o papel que esse tipo de ação promove para a segurança do trânsito.


“As operações de trânsito retiram de circulação veículos que possam vir a oferecer risco à população. Muitos transitam inclusive com pneus carecas e estão em mau estado de conservação, em desacordo com a legislação de trânsito. A apreensão desses automóveis pode evitar acidentes nas ruas de São Gonçalo”, disse.


O trabalho da Polícia Civil na operação foi destacado por Antonio dos Santos, comandante da Guarda Municipal.


“Durante as operações, a Guarda Municipal atua no ordenamento do trânsito, aplicação de multas, sempre de forma integrada com as secretarias e com as forças de segurança do Estado. Hoje, contamos até com um perito para verificar chassis de motos que possam ter sido roubadas e tenham sido adulteradas”, disse.


Os veículos removidos foram levados para um depósito no Centro da Cidade.


Use #GazetaConectada


PUBLICIDADE

Stories Restaurante de Sushi - Propaganda.png